Fundado em 1939 por um grupo de pessoas lideradas pela franciscana Madre Marie Domineuc, pelo médico e professor Dr. Álvaro Guimarães Filho e pelo Arcebispo de São Paulo Dom José Gaspar de Alfonseca e Silva, o Amparo Maternal nasceu com a ideologia de albergar gestantes que não tinham um local digno para dar à luz, muitas delas vivendo nas ruas da cidade de São Paulo.
Com o apoio da Associação Congregação de Santa Catarina desde o ano de 2008 em sua gestão, o Amparo Maternal vem desenvolvendo novos projetos sociais e de formação profissional, para cada vez mais contribuir com sua missão de valorização da vida. A implantação do Serviço de Atendimento ao Usuário, em 2009, é exemplo de inovação para melhoria contínua da Instituição.
A valorização do ser humano e do momento do nascimento está presente em todas as ações dos profissionais e voluntários que aqui trabalham e a aquisição de novos equipamentos e materiais de alta qualidade proporcionam mais segurança às nossas pacientes e recém-nascidos.
 
O Amparo Maternal se orgulha por seu trabalho exclusivo no Sistema Único de Saúde - SUS, maior sistema público de saúde do mundo, com mais de 300 colaboradores e 100 voluntários, sendo responsável por mais de oito mil partos por ano.
Além de sua atuação na área da saúde, o Amparo Maternal atende o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), oferecendo abrigamento provisório para gestantes, mães e bebês em situação de vulnerabilidade e risco social num Centro de Acolhida que é o único centro especial para esta população e de alta complexidade no país, cuja assistência estende-se às mães no período pós-parto e ao seu filho recém-nascido, proporcionando trabalho social individualizado que favorece o processo de reconstrução de suas vidas e reinserção social, familiar e comunitária.

Parto Normal em 12/08/2011
Leandro Dameto
Parto Normal em 25/03/2012
Erika Olegario da silva
Parto Normal em 03/02/2012